Primeiro-ministro italiano afirma que Battisti será encaminhado diretamente para Roma

 
Primeiro Ministro italiano afirma que Battisti será encaminhado diretamente para Roma | Foto: Polizia di Stato / AFP
“Cesare Battisti vai voltar para a Itália nas próximas horas, com um voo saindo de Santa Cruz e direto para Roma”, afirmou o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, em um comunicado via Facebook. O político disse que a prisão de Battisti, c
ondenado à prisão perpétua pelo assassinato de quatro pessoas, na década de 1970, quando integrava o grupo Proletários Armados pelo Comunismo, é um resultado que o país espera há anos. Conte agradeceu às tautoridades bolivianas e contou que convesou com o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, também agradecendo pela parceria que levou à captura do foragido.

O ministro da Justiça da Itália, Alfonso Bonafede, informou que o avião seguirá direto para a Europa, contrariando a informação do governo brasileiro de que faria uma parada no Brasil. “#CesareBattisti voltará para a Itália diretamente da Bolívia. Desta forma, o antigo terrorista cumprirá a penalidade que foi imposta pela justiça italiana: prisão perpétua!”, escreveu em um tuíte.

O ministro do Governo da Bolívia, Carlos Romero, deu uma entrevista coletiva na qual explicou que sua saída obrigatória do país foi determinada porque ele entrou irregularmente e será entregue às autoridades italianas. “Nas próximas horas será entregue pela Interpol da Bolívia aos seus homólogos na Itália, o local de entrega será o Aeroporto Internacional de Viru Viru0, disse.
Battisti estava em Santa Cruz de La Sierra, uma das principais cidades da Bolívia, e foi capturado por volta das 17h desse sábado. No momento em que foi preso, usava barba e bigodes falsos, tinha menos de dois dólares no bolso e um forte cheiro de álcool. Ele não estava armado e nem resistiu. Ele falou em português para responder à polícia e mostrou um documento brasileiro confirmando sua identidade.

Pedido de refúgio


Conforme a Defensoría del Pueblo, o homem solicitou, em 21 de dezembro de 2018, refúgio perante a Comissão Nacional de Refugiados da Bolívia (Conare): “Até o momento, uma entrevista não foi realizada e uma recusa não foi feita, ambos os pontos são partes fundamentais do devido processo legal no processo de refugiados, como previsto pela Convenção sobre o Estatuto dos Refugiados, Lei 251 de 20 de junho de 2012 e do Decreto Supremo nº 1440 de 19 de dezembro de 2012”, indica o documento. Portanto, o órgão analisa a possibilidade de interposição de recursos constitucionais para que Battisti possa obter uma resposta ao seu pedido de refúgio pelo Estado boliviano.

*Correio do Povo
Primeiro-ministro italiano afirma que Battisti será encaminhado diretamente para Roma Primeiro-ministro italiano afirma que Battisti será encaminhado diretamente para Roma Reviewed by In Foco RS on domingo, janeiro 13, 2019 Rating: 5