Corte de recursos na PRF já se reflete na fiscalização

Cidades: imodades da PRF funcionam em turno único | Foto: Samuel Maciel / CP
Cidades: imodades da PRF funcionam em turno único | Foto: Samuel Maciel / CP
Com um efetivo de 750 policiais rodoviários federais responsáveis pelo patrulhamento em mais de três mil quilômetros de rodovias federais no Rio Grande do Sul, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) começou ontem a conviver com os efeitos do contingenciamento do orçamento da corporação determinado pelo governo federal.

O coordenador de comunicação da PRF no Estado, Rodrigo Rodrigues, explicou algumas consequências do corte de recursos financeiros: foram suspensas as operações com o uso do helicóptero, de escolta de cargas excedentes e do policiamento ostensivo com viaturas nas estradas gaúchas. “O corte no orçamento já está afetando a fiscalização nas estradas federais do Estado”, destacou.

As medidas foram adotadas após um anúncio de contingenciamento orçamentário pelo governo federal. No dia 30 de março deste ano, a União publicou o decreto 9.018/17 que diminui em aproximadamente 60% os recursos para investimentos na PRF em todo o país.

Neste momento, nenhum dos 40 postos da Polícia Rodoviária Federal no Rio Grande do Sul, segundo a superintendência regional da corporação, serão fechados no Estado.

O presidente do Sindicato dos Policiais e Servidores da Polícia Rodoviária Federal de Santa Catarina, Paulo Sérgio Machado, disse que em 2016 o orçamento para custeio e investimento na PRF foi de R$ 782 milhões e em 2017 caiu para R$ 420 milhões. “Com o corte promovido pelo governo federal, o orçamento diminuiu ainda mais, restando apenas R$ 230 milhões”, lembrou. Machado observou que o sindicato lamenta a atitude do governo federal e espera uma solução mais rápida para evitar prejuízos à população.

Ontem pela manhã, uma viatura da PRF, do posto de Eldorado Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre, prestou atendimento após um acidente de trânsito, apenas com danos materiais em Guaíba.

Cidades: imodades da PRF funcionam em turno único

As unidades da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Região Central do Estado começaram a colocar em execução nesta quinta-feira as medidas para contenção de despesas no país anunciadas pelo órgão.

Conforme informações da corporação da 9ª Delegacia e do Núcleo de Policiamento da PRF, com sede em Santa Maria, as viaturas saem agora somente em caso de urgência para atender acidentes. Além disso, as unidades de Santa Maria, São Gabriel e Caçapava do Sul, que tinham expedientes em dois turnos, desde ontem funcionam das 8h às 13h. Nesta quinta-feira, motoristas que passavam pelo km 319 da BR 158 podiam notar viaturas nas garagens da sede da PRF.

Correio do Povo
Corte de recursos na PRF já se reflete na fiscalização Corte de recursos na PRF já se reflete na fiscalização Reviewed by In Foco RS on sexta-feira, julho 07, 2017 Rating: 5