Chape joga de igual para igual, mas não supera o Santos na Vila Belmiro

Foto: Ivan Storti/Santos FC
A Chapecoense entrou em campo na noite desta quarta-feira (19), na Vila Belmiro, para partida válida pela décima quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Na data em que se comemora o dia do futebol, a equipe alviverde fez, diante do Santos, uma partida de encher os olhos dos apreciadores do esporte. Sem se intimidar com a torcida adversária e com a mística do Estádio, a Chape encarou de frente a equipe paulista e teve, na maior parte do jogo, o domínio das ações. Apesar da superioridade do time catarinense - e de noite inspirada do goleiro Jandrei -, no entanto, o Santos foi a única equipe a mexer no marcador, saindo com a vitória por 1 a 0 com gol do argentino Vecchio.

Logo no início da partida a Chape levou perigo ao gol de Vanderlei, com finalização de Lucas Mineiro. Em seguida, o Verdão teve outra oportunidade com Diego Renan, que obrigou o goleiro santista a fazer boa defesa. O começo movimentado deu indícios do que seria o jogo: a Chapecoense marcando alto e apostando em jogadas de velocidade, principalmente pela direita, para tentar furar a defesa adversária, mas sem dar espaços para o Santos. Com a boa organização da equipe alviverde em campo, o time paulista passou a apostar nas bolas aéreas e lançadas ao ataque, mas sem efetividade. 

A etapa complementar começou movimentada, a exemplo da primeira parte da partida. Aos três minutos, Seijas pegou de voleio e carimbou o travessão de Vanderlei, que só observava. Na sequência da partida, foi o Santos quem passou a pressionar, chegando com perigo pelo menos três vezes, mas esbarrando, sempre, na boa atuação do goleiro Jandrei. Aos 15, no entanto, a insistência santista valeu, com Vecchio chutando sem ângulo para abrir o placar. A Chape não se acuou e continuou subindo ao ataque. Aos 39, Túlio de Melo finalizou com perigo de fora da área, mas Vanderlei estava atento. Placar final de 1 a 0 para o Santos na Vila. 

Após o término da partida, o técnico Vinícius Eutrópio elogiou a postura da Chapecoense, jogando de igual para igual com o Santos na Vila Belmiro. Para o treinador, o placar foi injusto, mas o jogo serviu para reafirmar a retomada das boas atuações do time. “Fico esperançoso que a gente mantenha esse nível. Estamos mostrando que vamos querer mais no campeonato”, finalizou.

De São Paulo a Chape viaja para a Bahia, onde enfrenta o Vitória, no Barradão, no próximo sábado.                        
Alessandra Seidel/Chape
Chape joga de igual para igual, mas não supera o Santos na Vila Belmiro Chape joga de igual para igual, mas não supera o Santos na Vila Belmiro Reviewed by In Foco RS on quarta-feira, julho 19, 2017 Rating: 5