Início Notícia Voltar

Polícia Civil deflagra Operação Falso Seguro para apurar fraudes em cidades da região de Passo Fundo

Os valores repassados pelas duas empresas de seguro a empresa investigada, no período de 7 meses, ultrapassa R$ 20.000,00.



13/04/2021 11:00 por Rádio Planalto News

CapaNoticia

Foto: Divulgação

Banner Topo

Na manhã desta terça-feira, 13/04, a Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Ciríaco, deflagrou a Operação Falso Seguro, nas cidades de Ciríaco, Capão da Canoa e Soledade. A operação foi preparada para cumprir cinco mandados de busca e apreensão decorrentes de investigação onde uma associação criminosas dedicada a estelionato visando fraudar companhias de seguros com falsas solicitações de resgates.

Em 2016, foi recebida a informação de que um prestador de serviço de guincho narrava estar recebendo acionamentos para efetuar remoções de veículos. Contudo, ao chegar aos locais indicados nas remoções nenhum veículo era localizado. 

Assim, depois de receber alguns destes acionamentos, através da placa de um desses veículos, a parte efetuou contato com o proprietário, residente em Soledade, que relatou nunca ter comparecido a Ciríaco e muito menos efetuado acionamento da sua seguradora para remoção do veículo nesta cidade. Diante disso, oficiadas duas seguradoras, foi obtida uma lista com os acionamentos realizados no município e os nomes dos respectivos segurados, procedendo-se as oitivas. Assim, foi constatada a fraude, identificando-se pelo menos 10 falsos acionamentos tendo como local do fato a cidade de Ciríaco. 

Além das oitivas dos segurados, requisitaram-se as gravações dos acionamentos realizados as empresas seguradoras, sendo identificada a interlocutora que efetuava as ligações solicitando as remoções, passando-se por familiar dos segurados. Em todas, elas indicava a base da empresa de guincho investigada como local próximo e de sua escolha para prestação do serviço, que nunca iria ocorrer.

Além da primeira empresa investigada, identificaram-se falsos acionamentos cuja descoberta outra empresa beneficiária, que é credenciada ao Detran na cidade.  

Verificou-se, também, que boa parte das apólices de seguro que foram utilizadas para realizar os falsos acionamentos eram de clientes de uma empresa de seguros sediada na cidade de Soledade. 

Os valores repassados pelas duas empresas de seguro a empresa investigada, no período de 7 meses, ultrapassa R$ 20.000,00.

A operação desta terça-feira teve apoio da DRACO Passo Fundo, DP David Canabarro e Brigada Militar.


Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.