Início Notícia Voltar

Câmara acumula 62 pedidos de impeachment contra Bolsonaro

Condução da crise sanitária vem sendo um dos principais motivos de pedidos destituição do presidente da República



22/01/2021 12:46 por Folha do Noroeste

CapaNoticia

Foto: Divulgação/Agência Brasil

Banner Topo

Ao entrar no terceiro ano de governo, o presidente Jair Bolsonaro já tem 62 pedidos de impeachment contra ele na Câmara dos Deputados. Deste total, cinco já foram arquivados.

Os outros 56 pedidos ainda constam como “em análise”, mas a decisão de dar continuidade ao processo depende do presidente da Câmara, atualmente ocupado por Rodrigo Maia (DEM-RJ), que deixará de ocupar o cargo nas próximas semanas.

A solicitação mais recente foi entregue na quarta-feira, 20, e ainda não está na lista oficial compilada pela Secretaria Geral da Mesa.  O documento é assinado por 1.450 ex-alunos da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP). Na segunda-feira (11), Maia chegou a dizer que a demora do início da vacinação contra a covid-19 no Brasil pode levar à abertura de um processo de impeachment contra Bolsonaro. A declaração foi feita em entrevista ao portal Metrópoles.

"Talvez ele [Bolsonaro] sofra um processo de impeachment muito duro se não se organizar rapidamente. Porque o processo de impeachment, você sabe, é o resultado da pressão da sociedade", afirmou Maia ao portal.

Entre os principais motivos apresentados para os pedidos de impeachment, está a condução do governo federal durante a pandemia. Do número total, 54 foram protocolados em 2020. Em 2021, foram registrados mais dois. Até o momento, nenhum avançou na Câmara dos Deputados.

*Com informações do Congresso em Foco


Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.