Início Notícia Voltar

Ação da polícia prende suspeitos de participação ao roubo de malote do CRESOL de Seberi

Foram cumpridos, ainda, mandados de busca e apreensão em DOIS IRMÃOS DAS MISSÕES e PASSO FUNDO



22/01/2021 10:57 por Redação Portal In Foco RS

CapaNoticia

Foto: Divulgação/PC

Banner Topo

Na manhã desta sexta-feira, 22, foram cumpridos três mandados de prisão preventiva em desfavor de indivíduos suspeitos de terem participação ao roubo de um malote da agência CRESOL, situada na cidade de Seberi. O crime ocorreu na tarde de 28 de julho de 2020.

Três pessoas envolvidas no fato foram detidas pela POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL no mesmo dia, na cidade de SARANDI, (dois adultos e um adolescente), com eles foram localizadas as armas e veículos utilizados no assalto, bem como a quantia de dinheiro roubada.

Com a prisão dos suspeitos, a Polícia Civil, por intermédio da DELEGACIA DE POLÍCIA DE SEBERI, passou a realizar diligências visando identificar as pessoas que arquitetaram o roubo, bem como demais coautores do ilícito. Restou apurado que uma mulher e um homem teriam se deslocado até SEBERI com o intuito de, após o assalto, resgatar os autores do ilícito. A mulher foi presa hoje, sexta-feira, na cidade de Passo Fundo, já o homem, que também teve sua prisão preventiva decretada, já se encontrava recolhido no Presídio REGIONAL da mesma cidade. Um outro homem, suspeito de ter repassado informações privilegiadas aos assaltantes, entre elas, o horário e como era realizado o transporte de valores por funcionários da CRESOL, foi preso na cidade de DOIS IRMÃOS DAS MISSÕES.

Foram cumpridos, ainda, mandados de busca e apreensão em DOIS IRMÃOS DAS MISSÕES e PASSO FUNDO, sendo apreendidos aparelhos celulares que auxiliarão na continuidade das investigações.

Participaram da ação desta sexta, policiais civis das delegacias de polícia de Erval Seco, Seberi, Frederico Westphalen e draco de Passo Fundo.

 

*Com informações da Polícia Civil


Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.