Início Notícia Voltar

Grandes operações são suspensas no Estado do RS

Medida foi anunciada no site do Sindicato dos Escrivães, Inspetores e Investigadores de Polícia do Rio Grande do Sul



13/08/2019 13:44 por O Alto Uruguai

CapaNoticia

Foto: Arquivo AU

Banner Topo

A morte do policial civil Edler Gomes dos Santos, de 54 anos, durante uma operação em Montenegro, no dia 16 de julho, provocou mudanças na Polícia Civil. Em medida anunciada no site do Sindicato dos Escrivães, Inspetores e Investigadores de Polícia do Rio Grande do Sul, foi informada a suspensão temporária das grandes operações policiais no Estado.

A notícia foi postada depois de um encontro entre o sindicato e a chefe de Polícia, delegada Nadine Anflor. Ela explica que isso não significa a paralisação da polícia, mas apenas um movimento necessário até a reorganização desse tipo de ação.  

O delegado regional Carlos Beuter explica que a região não terá fortes impactos com a medida. “Como não temos previsto uma grande operação em um curto prazo, não enfrentaremos problemas nos próximos dias. Esperamos e confiamos em uma solução para a situação”, revela.

Outras ações que visem a maior segurança de policiais civis também estão sendo tomadas no Estado. A cada semana, 90 agentes estão sendo convocados para voltar à academia de polícia, onde passam por recondicionamento. O foco, nesse primeiro momento, é o treinamento de entradas em locais potencialmente perigosos. Depois da região Metropolitana, as recapacitações serão feitas também no Interior.

Outra novidade é a chegada dos primeiros novos 780 coletes balísticos, que deve ocorrer ainda nesse mês. Outros 3,5 mil serão entregues em outubro. Hoje, a polícia tem cerca de 150 coletes com prazo de validade vigente.


Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.