Início Notícia Voltar

Menino baleado na cabeça em Passo Fundo apresenta melhoras e é considerado "milagre"

O menino estava a junto com os pais, o tio e um irmão dentro do automóvel da família quando o veículo foi atingido por um disparo de arma de fogo que acertou o menino no lado direito da cabeça, atrás do ouvido.



15/09/2020 18:34 por Leandro Vesoloski - Rádio Uirapuru

CapaNoticia

Foto: Reprodução

Banner Topo

O menino Erick Boeira de 1 ano e 9 meses, atingido na cabeça por uma bala perdida segue internado no Hospital São Vicente de Paulo em Passo Fundo. Erick estava a junto com os pais, o tio e um irmão dentro do automóvel da família quando o veículo foi atingido por um disparo de arma de fogo que acertou o menino no lado direito da cabeça, atrás do ouvido.

A noite de sexta-feira, 21 de agosto, jamais será apagada da memória da família que viveu momentos de incerteza e angústia. Após ser baleado Erick Boeira foi levado as pressas para o hospital de Clínicas em Passo Fundo onde recebeu os primeiros atendimentos e depois foi transferido para o Hospital São Vicente de Paulo, onde se recupera dos ferimentos sofridos.

A Rádio Uirapuru, acompanhou o desespero da família, enquanto aguardavam por informações sobre o garoto. A reportagem policial que estava abordo da unidade móvel da Uirapuru, foi abordada pelos familiares em frente ao hospital naquela fatídica noite e auxiliou no acionamento da Brigada Militar que brevemente compareceu no hospital para acompanhar a situação e após se inteirar dos fatos já passou a efetuar buscas pelo atirador.

A família de Erick Boeira, formada em sua maioria por evangélicos, fez uma corrente de oração em frente ao hospital e em meio a lágrimas, clamavam pela recuperação da criança. Quase um mês após o fato, Erick é considerado um milagre pela família e pela equipe que cuida da saúde do garoto.

A criança já passou por duas cirurgias e permanece internada em um leito hospitalar na ala pediátrica do HSVP. Na última semana Erick passou a se alimentar com papinha e já balbucia as primeiras palavras. Ele ainda tem dificuldade para mexer parte do corpo, mas reconhece os familiares e pergunta pelo irmão mais velho.

Os médicos que atenderam a criança optaram por não retirar o projétil que está alojado no cérebro do menino temendo que o quadro pudesse piorar. Os médicos acreditam que a criança possa ficar com sequelas, mas em alguns casos, crianças se recuperam de forma surpreendente.

A investigação

O homem que assumiu ter feito o disparo em via pública, direcionado a um desafeto, mas que atingiu o carro e o menino, se apresentou à Polícia Civil no dia 26. O suspeito foi identificado como Tailor Rodrigues Fortes, de 32 anos, foi preso preventivamente pelo crime. Tailor já possui diversas passagens pela polícia por tráfico de drogas e homicídios.

O atirador alegou legítima defesa para disparar a arma. De acordo com o depoimento, o indivíduo foi atacado com uma faca por pessoas que não conhece e, para se defender, atirou.

No final da tarde desta segunda-feira, 14, a Delegada Daniela Mineto informou a reportagem da Rádio Uirapuru que o acusado de ter efetuado o disparo que atingiu a criança segue preso e que ainda não há novidades sobre o caso.

Veja o vídeo do momento que o veículo foi atingido:


Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.