Início Notícia Voltar

Região soma 48 casos confirmados de dengue

Recente aumento nos números gera preocupação nos gestores municipais



30/03/2020 16:01 por Jornal O Alto Uruguai

CapaNoticia
Banner Topo

Os números de pacientes confirmados com dengue só aumentam na região. Os primeiros casos registrados foram nas cidades de Palmitinho e Boa Vista das Missões, após isso, moradores de Frederico Westphalen e Taquaruçu do Sul também apresentaram os sintomas da doença.

Durante esse ano, já são 48 pacientes infectados, por isso, apesar dos cuidados com o novo coronavírus, as Secretarias de Saúde não perderam o foco no combate ao mosquito transmissor da dengue e continuam tomando medidas para diminuir a proliferação.

Frederico Westphalen

No atual cenário, Frederico Westphalen possui três casos confirmados, cinco descartados e quatro que aguardam resultado do Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen/RS). O município de Frederico Westphalen também está com o programa Cidade Limpa ativo e realiza várias ações direcionadas à comunidade, redobrando os cuidados, já que com a grande propagação do novo coronavírus vários métodos tiverem que ser adotados para se prevenir também da Covid-19.

Segundo a secretária de Saúde, Léa Tomschke, o cronograma de mutirões iniciou no dia 10 de fevereiro, e vem acontecendo de forma contínua, passando por todos os bairros do município. Em relação aos três casos confirmados, a secretária explica que os pacientes estão tendo acompanhamento de equipes de saúde e se mantêm estáveis, sem sintomas graves. “Todos estão em casa, com cuidados de equipes de saúde, tendo medicação, pois têm dor no corpo, mas estão sem problemas graves”, relata.

Além disso, a secretária informou que entre os dias 30 de março a 3 de abril, será realizado um novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) e com ele será possível comparar com o índice anterior, e assim ter uma prévia se as ações estão sendo efetivas ou não.

 

Como vai funcionar as visitações dos agentes de endemias em meio ao coronavírus?

A Secretaria de Saúde de Frederico Westphalen recebeu chapéus para proteger e facilitar o trabalho dos agentes de endemias, além de luvas e calçados especiais. Apesar das complicações com o novo coronavírus, as visitas da dengue irão se manter. “Como a visita se dá externa à residência, se mantém a atividade. Nesse momento, a dengue tem um índice muito maior de óbito do que o coronavírus, nós não podemos esquecer da dengue e piorar a situação e os índices”, explica Léa. Alguns dos cuidados especiais são uso de luvas e máscaras, distância de dois metros e visita apenas externa.

A agente de combate a endemias, Claudia da Silva, visita as residências de Frederico Westphalen há mais de 12 anos, e conta como está sendo delicado o momento. Ela explica que os agentes precisam tomar cuidado com o contato com as pessoas e que tomam várias precauções para manter distância, realizando todas as medidas de prevenções. “Normalmente, quando chegamos nas casas, as pessoas querem um abraço, um aperto de mão, um afago, mas agora estamos tendo que evitar isso”, conta a agente.

Cláudia também explica o quanto a situação é preocupante, e que apesar de os problemas relacionados à Covid-19, a dengue não pode ser esquecida. “A realidade é bem triste, a falta de consciência e a teimosia da população é muito grande. A maior preocupação nossa é fazer as pessoas assimilarem que a dengue também é um problema de saúde pública”, alerta.

 

Taquaruçu do Sul

Conforme informações do secretário de Saúde, Ivan Albarello, em Taquaruçu do Sul são 18 casos confirmados de dengue. Além disso, outros seis casos estão em processo de análise.

O secretário salientou que, além de medidas como fumacês, o município está realizando ações de conscientização frequentes, para evitar a proliferação do mosquito. Albarello acrescenta que, nos últimos dias, as incidências e suspeitas da doença se mantiveram estáveis.

 

Boa Vista das Missões

O município de Boa Vista das Missões foi um dos primeiros da região a confirmar casos de dengue. No primeiro momento, a cidade teve a confirmação três casos. Hoje, segundo o secretário de Saúde do município, Ademir Portela, já foram encaminhadas 39 amostras para o Lacen, sendo que 22 delas acusaram positivo e 17 negativo. Desta forma, o município contabiliza 22 casos confirmados de dengue, o que corresponde a quase 50% dos casos da região. “O grande número de casos positivos é preocupante, como gestor afirmo que temos que nos prevenir, pois os casos só aumentam”, diz Portela. Além disso, o prefeito Carlos Reginaldo Santos Bueno explica que possivelmente os casos puderam ter vindo de fora de Boa Vista das Missões, ressaltando também que a maioria dos confirmados estão todos próximos do Centro da cidade. “Temos a BR que corta a cidade, e todos os casos ficaram próximos à área central”, explica, pedindo a conscientização da população em relação ao Aedes aegypti, para que cada um faça sua parte e, assim, eliminem possíveis criadouros do mosquito.

 

Palmitinho

A secretária de Saúde de Palmitinho, Cleusa Danete De Cezaro, informou que foram confirmados cinco casos de dengue no município. De acordo com o Boletim Epidemiológico divulgado na quarta-feira, 25, outros cinco casos estão aguardando resultado de exame e mais seis pacientes estão sob investigação. A gestora ainda demostra grande indignação e preocupação com a comunidade, relatando que a dengue é responsabilidade e problema de todos. “Cada cidadão é responsável pela situação que estamos vivenciando. A equipe de profissionais da Atenção Primária sempre trabalhou na promoção da saúde, o que está faltando é comprometimento de cada um”, ressalta Cleusa.


Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.