Início Notícia Voltar

Quadrilha que cometeu roubo milionário é alvo da Polícia Civil de Sapucaia do Sul

Grupo criminoso levou R$ 1 milhão em condutores de energia elétrica e cabos de cobre e alumínio de uma empresa da cidade



20/10/2021 11:29 por Correio do Povo

CapaNoticia

Câmera de monitoramento registrou o assalto | Foto: PC / Divulgação / CP

Banner Topo

A Polícia Civil deflagrou ao amanhecer desta quarta-feira a operação Dínamo com o objetivo de desarticular a quadrilha que cometeu um roubo milionário há dois meses na Região Metropolitana de Porto Alegre. Seis criminosos fortemente armados levaram mais de R$ 1 milhão em aparelhos condutores  e cabos de cobre e alumínio de uma empresa terceirizada de uma concessionária de energia elétrica no dia 4 de agosto deste ano, em Sapucaia do Sul.

Cerca de 40 agentes em 15 viaturas, sob comando da 1ª DP de Sapucaia do Sul, chefiada pelo delegado Gabriel Borges, cumpriram dez ordens judiciais, sendo seis mandados de busca e apreensão e outros quatro de prisão temporária, em Sapucaia do Sul, Canoas, Esteio e Gravataí. Três criminosos foram presos, restando ainda um foragido. Os integrantes da quadrilha possuem vasta ficha criminal em delitos patrimoniais.

No roubo da empresa terceirizada em Sapucaia do Sul, além da extrema violência praticada, os bandidos obrigaram os funcionários a transportar o material roubado, sendo estes mantidos reféns durante horas enquanto a carga era transportada. Nas investigações, os agentes localizaram um pavilhão em Gravataí e conseguiram recuperar parte da carga roubada. Os policiais civis descobriram ainda que um funcionário da empresa teve participação no crime, fornecendo informações privilegiadas aos assaltantes.

“Foi uma investigação complexa que exigiu grande esforço no sentido da elucidação do crime. Seguiremos com as investigações para identificar os demais integrantes do grupo criminoso”, explicou o delegado Gabriel Borges.

Já o diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM), delegado Mario Souza, lembrou que “o crime de roubo, por si só, é de enorme gravidade”. Segundo ele, a prática envolvendo um grupo criminoso fortemente armado “denota ainda mais a especialidade e periculosidade dos autores, o que exigiu uma ação enérgica por parte da Polícia Civil”.


Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.