Bombeiros admitem serem menores chances de encontrar surfista vivo no litoral gaúcho - Portal de Notícias - In Foco RS



Bombeiros admitem serem menores chances de encontrar surfista vivo no litoral gaúcho


 
O Corpo de Bombeiros de Tramandaí, que entrou hoje no quinto dia de buscas pelo surfista Gustavo Oliveira, de 18 anos, reconhece que se reduziram as chances de encontrar o jovem ainda com vida. De acordo com o primeiro-tenente Elísio Oliveira Lucrécio, após quatro dias é muito difícil localizar vivo alguém que tenha desaparecido no mar. Oliveira sumiu na tarde de quinta, em Imbé, no litoral Norte.

O tenente garantiu que as buscas prosseguem até que o corpo seja localizado. Lucrécio anunciou que um helicóptero do Batalhão de Aviação da Brigada Militar vai passar a sobrevoar a costa em uma faixa de areia maior, desde Imbé até Tavares, no litoral Sul. Conforme o relato do oficial, a corrente marítima atua no sentido inverso, de Norte para o Sul, o que explica a mudança de estratégia.

A varredura também ocorre em terra, inclusive com uso de drones e de quadriciclos da corporação. No mar, uma embarcação da Petrobras participa das buscas.

Oliveira desapareceu ao entrar no mar para surfar entre a avenida Santa Rosa e a barra do rio Tramandaí, uma área considerada perigosa. Concentrados na guarita 134, familiares e amigos mantêm a esperança de que ele ainda possa se encontrado vivo, e à deriva. A prancha do surfista segue desaparecida.

*Laura Gross/ Rádio Guaíba
Bombeiros admitem serem menores chances de encontrar surfista vivo no litoral gaúcho Bombeiros admitem serem menores chances de encontrar surfista vivo no litoral gaúcho Reviewed by In Foco RS on segunda-feira, junho 10, 2019 Rating: 5