Polícia vai acusar família por homicídio qualificado de Daniel; delegado diz que eles mentiram

 

O delegado da Polícia Civil de São José dos Pinhais, Amadeu Trevisan, afirmou que Edison Brittes Júnior, autor confesso do crime, a esposa Cristiana e a filha Allana serão acusadas de homicídio qualificado. Ele ainda afirmou que acredita que os três mentiram em depoimento prestado à polícia. A família também será indiciada por coação de testemunhas. O corpo de Daniel Corrêia Freitas, de 24 anos, foi encontrado no dia 27 de outubro na região de Curitiba.

De acordo com Trevisan, as duas combinaram uma versão com Edison Brittes Júnior, a respeito do espancamento e morte do jogador Daniel. Os três estão presos temporariamente.

- Com certeza estão mentindo. Inventaram uma história, depois mudaram a versão e tentaram fraudar o processo com a coação de testemunhas.

Conforme o delegado, a coação de testemunhas aconteceu quando membros da família procuraram testemunhas que estavam na casa para criar um álibi. Uma delas procurou a delegacia de São José dos Pinhais na última semana para confirmar que foi procurada no trabalho.

O delegado também disse que já é possível identificar que Daniel foi levado da casa ainda com vida. Seu corpo foi encontrado horas depois em um área de mata na zona rural de São José dos Pinhais com o pescoço dilacerado e o órgão genital decepado.

- A filha disse que ele saiu da casa respirando. Quando foi colocado no porta-mala, ele se mexia.

Por G1 PR e RPC Curitiba 
Polícia vai acusar família por homicídio qualificado de Daniel; delegado diz que eles mentiram Polícia vai acusar família por homicídio qualificado de Daniel; delegado diz que eles mentiram Reviewed by In Foco RS on terça-feira, novembro 06, 2018 Rating: 5