Secretaria da Saúde confirma quarta morte em decorrência da gripe no RS

 

A Secretaria Estadual da Saúde confirmou, na manhã desta quarta-feira, 20, a quarta morte em decorrência de gripe em 2018 no Rio Grande do Sul. Ao todo, 80 casos foram contabilizados pelo órgão estadual.

A dois dias do término da campanha de vacinação contra a gripe, a imunização em crianças ainda é baixa no Estado. Conforme dados divulgados, nesta quarta, pela Secretaria Estadual da Saúde, crianças e gestantes registram o menor índice de vacinação, com 59,6% e 64,6%, respectivamente. Números que são preocupantes, conforme o governo, devido à vulnerabilidades dos grupos. A meta do Ministério da Saúde é de imunização de 90% do público-alvo até a próxima sexta-feira.

Influenza A (H1N1): 40 casos, sendo dois óbitos registrados em residentes de Lajeado e Porto Alegre;

Influenza A (H3N2): 23 casos, sendo um óbito registrado em residente em Porto Alegre;

Influenza A (não subtipado): 05 casos, sendo um óbito registrado em residente de Gramado;

Influenza B: 12 casos, sem nenhuma morte registrada pela doença;

Até o momento, 3.005.011 de doses foram aplicadas no Estado. Desse número, 2.139.870 doses foram nos grupos prioritários. Idosos (90%), puérperas (90%) e indígenas (95%), que compõe o grupo prioritário, já atingiram a meta de imunização estabelecida pelo Ministério da Saúde.

Toxoplasmose

Em relação a toxoplasmose em Santa Maria, a Secretaria Estadual da Saúde contabiliza 1.430 casos notificados. Outros 1.103 casos ainda são considerados suspeitos. Até o momento, 569 casos já foram confirmados; outros 222 foram descartados e 312 ainda necessitam de classificação pela vigilância em saúde.

Do total de casos confirmados, 50 são gestantes. Outras 145 grávidas estão em fase de investigação da doença. A origem do surto ainda é investigada pelos órgãos da saúde.

Para o secretário estadual da Saúde, Francisco Paz, o surto de toxoplasmose em Santa Maria está na fase de remissão, ou seja, não registra novos sinais de atividade. “As notificações que temos concentram os números de casos nos meses de março e abril. A cada semana que passa vemos mudarem os números mas são casos relacionados a esses dois meses. Observando-se a curva da incidência, constata-se que o surto está se auto limitando. Que é normal quando se trata de um surto epidêmico. Nós temos clareza que o surto está em fase de remissão, embora não tenhamos ainda todos os dados levantados daqueles casos que aconteceram nesse período”, afirma o secretário.

Sarampo

A última atualização da Secretaria Estadual da Saúde trouxe ainda números a respeito do Sarampo no Rio Grande do Sul. Até o momento, são seis casos confirmados da doença em 2018 no Estado. A primeira notificação aconteceu, no mês de março, com uma criança de um ano de idade, residente de São Luiz Gonzaga, com histórico de viagem à Europa. Outros cinco casos são registrados em Porto Alegre. Sendo um em uma jovem de 29 anos com histórico de viagem a Manaus e outros quatro casos confirmados vinculados a ela. Além disso, outros dois casos, de residentes em Porto Alegre e Vacaria, estão em investigação pela Vigilância em Saúde.

Os sintomas do sarampo incluem febre e manchas pelo corpo acompanhadas de tosse, coriza ou conjuntivite. O paciente deve procurar os serviços de saúde para a investigação diagnóstica, principalmente aqueles que estiveram recentemente em locais com circulação do vírus.

Casos suspeitos devem ser informados imediatamente às secretarias municipais de Saúde ou para o Disque Vigilância, pelo número 150. A prevenção mais eficaz é a vacinação. Para ser considerada vacinada, a pessoa precisa ter o registro em caderneta, conforme o esquema vacinal.

A rede pública de saúde oferece gratuitamente a vacina Tríplice Viral para a população de 12 meses a 49 anos de idade e para profissionais de saúde e demais pessoas envolvidas na assistência à saúde hospitalar.

Chikungunya

Em relação a Chikungunya, o Rio Grande do Sul contabiliza 11 casos autóctones da doença neste ano. Todos os casos foram registrados no município de Santiago, na região Central do Estado. A Secretaria da Saúde também registra outros dois casos importados de Chikungunya em residentes de Gramado e Rio Grande.

Guilherme Kepler / Rádio Guaíba
Secretaria da Saúde confirma quarta morte em decorrência da gripe no RS Secretaria da Saúde confirma quarta morte em decorrência da gripe no RS Reviewed by In Foco RS on quarta-feira, junho 20, 2018 Rating: 5