Motorista de Erval Grande baleado em Porto Alegre morre de parada cardíaca

 

O motorista da Secretaria de Saúde de Erval Grande, Cláudio Vial, de 53 anos, que havia sido baleado durante assalto ocorrido em Porto Alegre, no final do mês d
e fevereiro, morreu após sofrer uma parada cardiorrespiratória em sua residência na tarde deste sábado (16).

Vial havia sido internado em estado grave na capital, onde passou por cirurgia, apresentou boa recuperação, recebeu alta e voltou para casa.

Nesta tarde, ele passou mal, recebeu os primeiros atendimentos em Erval Grande e foi encaminhado de ambulância para a Fundação Hospitalar Santa Terezinha, mas chegou sem vida ao hospital.

O roubo que terminou com Vial baleado ocorreu na noite do dia 27 do mês passado, quando ele viajou para levar pacientes consultar na capital. Ao parar em frente a um restaurante onde iria jantar com os passageiros, na Rua Ramiro Barcelos, foi rendido por dois homens que anunciaram o roubo. Os criminosos atiraram, atingiram o motorista com pelo menos quatro disparos e fugiram levando o carro, um Prisma, adquirido há pouco tempo pela prefeitura. Os passageiros, mãe e filho, se refugiaram no restaurante.

Vial foi socorrido pelo Samu e encaminhado em estado grave para atendimento médico no HPS, onde passou por cirurgia e apresentou boa recuperação. Conforme informações, os médicos retiraram dois projéteis do seu corpo, mas optaram por não mexer em outros dois, que ficaram alojados no pescoço e na coluna cervical.

Motorista de Erval Grande baleado em Porto Alegre morre de parada cardíaca Motorista de Erval Grande baleado em Porto Alegre morre de parada cardíaca Reviewed by In Foco RS on sábado, março 16, 2019 Rating: 5