"No Brasil tem direito para tudo, só não tem emprego", diz Bolsonaro

 

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) voltou a defender o "turismo associado ao meio ambiente", como forma de preservação. Pelo Twitter, ele sinalizou que a preservação, da forma como é feita hoje, trava o desenvolvimento econômico. "O turismo associado ao meio ambiente é uma ótima fórmula comprovada para a preservação. A alegação do intocável age em prol de pequenos grupos, suga a mente de inocentes, enche o bolso de poucos e domina a grande maioria envolvida, travando o verdadeiro desenvolvimento!", afirmou na rede social.

Na sexta-feira, em transmissão ao vivo no Facebook, ele já havia sugerido que o turismo em áreas protegidas impede que esses locais sejam abandonados. E defendeu que, com hotéis em áreas protegidas, esses locais estariam preservados. Além disso, emendou que a forma de preservação adotada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) é "xiita".

Bolsonaro sinalizou, ainda, a intenção de fazer acordos com alguns países - sem deixar claro quais - para explorar a Amazônia. Sempre reiterando o discurso de que a exploração e as medidas de preservação devem ser feitas "sem viés ideológico".

Direitos trabalhistas


Jair Bolsonaro disse que é preciso aprovar a Reforma da Previdência e rever alguns direitos trabalhistas para garantir o aumento no número de ofertas de emprego no país. "Aqui no Brasil, o país dos direitos, tem direito para tudo, só não tem emprego".

No entanto, o presidente eleito afirmou que não vai retirar os direitos trabalhistas garantidos pela Constituição. "Nós queremos destravar a economia".

Aumento do Judiciário


O presidente eleito rebateu as críticas de que o aumento dos salários do Judiciário é a primeira derrota do governo dele. De acordo com Bolsonaro, ele ainda não é presidente e que esses comentários são para criar "problemas junto as instituições".

"Estão colocando na minha conta o reajuste do Judiciário, como se eu tivesse poderes para impedir. Eu dei a minha opinião, que era inoportuno, mas a decisão não é minha, a decisão é do presidente Michel Temer (MDB)".

Reforma da Previdência

Sobre a Reforma da Prevdiência, Bolsonaro disse que seria um “absurdo” aumentar a contribuição previdenciária, mas reafirmou que pretende votar a Reforma da Previdência. "Queremos a reforma previdenciária, mas não como está aí".

R7
"No Brasil tem direito para tudo, só não tem emprego", diz Bolsonaro "No Brasil tem direito para tudo, só não tem emprego", diz Bolsonaro Reviewed by In Foco RS on sábado, novembro 10, 2018 Rating: 5