Cidade em miniatura construída em ônibus atrai a atenção de crianças em Frederico Westphalen

 

O ferreomodelismo é um dos hobbies mais antigos do mundo, e sua origem remonta ao período em que o transporte ferroviário foi adotado massivamente. As primeiras miniaturas de trens foram fabricadas por volta de 1830, por artesãos alemães. De lá para cá, muita coisa mudou, principalmente no Brasil, onde o transporte de passageiros pelas ferrovias deixou de acontecer, com exceção dos passeios turísticos. Mesmo assim, a paixão de algumas pessoas por este hobby se intensificou.

Em Frederico Westphalen, o verdureiro Guilherme Piovesan Borghezan, 17 anos, levou esta paixão a sério e a transformou em um verdadeiro ponto turístico da pequena cidade de 30 mil habitantes. Em 1º de agosto de 2017, ele comprou um ônibus, fez algumas reformas, com a ajuda de seu pai, Vanderlei, e construiu dentro dele uma maquete de 4,6 metros de comprimento por 1,6 metro de largura, onde roda toda sua coleção, composta por 10 locomotivas, 9 vagões de passageiros e outros 36 de carga, além de um caboose, que é um vagão de frenagem e o último nos trens a vapor.


Tudo começou quando Guilherme tinha 9 anos, quando ganhou uma caixa de trens da Frateschi e passou a se interessar pelo ferreomodelismo. A Frateschi é a única fabricante de trens elétricos em miniaturas e réplicas de composições reais na América Latina. A empresa está sediada em Ribeirão Preto, no interior paulista, e atua em todo o país. “Aos poucos fui construindo uma maquete na garagem de casa. Com o passar dos anos, eu a ampliei, e o espaço ficou pequeno. Com isso, minha mãe, Clarice Regina, deu a ideia de comprar a carcaça de um ônibus para instalar minha maquete”, conta.



Após investir R$ 3.500 na compra do ônibus, Guilherme e seu pai o reformaram: fizeram a pintura interna e externa, trocaram o assoalho e toda a iluminação, colocaram cortinas e arrumaram as janelas. “A pintura segue as cores da locomotiva Ac44i, da Rumo Logística, que compõe o meu projeto. Dedico-me muito a este ônibus e fiz muitas amizades com ferroviários dos Estados Unidos, Canadá e outros países. Meu sonho e fazê-lo funcionar para expô-lo em diversas cidades do Brasil, em eventos, feiras e escolas”, diz Guilherme, que recebe muito incentivo dos pais e pretende transmitir esta paixão para seus futuros filhos.




Aliás, as crianças são seu público número 1, pois o ônibus recebe visitas de alunos da rede de ensino da cidade. “Quando não estou estudando ou trabalhando, estou no ônibus, que fica estacionado em um espaço no fundo da minha casa”, conclui Guilherme.

Mercado promissor


O estado do Rio Grande do Sul, aliás, é um dos mercados mais atraentes para a Frateschi Trens Elétricos, única fabricante de trens elétricos em miniaturas e réplicas de composições reais na América Latina. “As pessoas pensam que o transporte ferroviário morreu, mas ele está vivo e em expansão. A ferrovia é de valor estratégico imprescindível para um país como o Brasil, e este crescimento ajuda a fomentar ainda a mais a paixão que muitos brasileiros têm pelos trens”, diz Lucas Frateschi, diretor da empresa. No Brasil existem diversas associações que reúnem os amantes deste hobby saudável e interessante.

Sobre a Frateschi


Fundada em 1967, a Indústrias Reunidas Frateschi é a única fabricante da América Latina de trens elétricos em miniaturas e réplicas de composições reais. Situada em Ribeirão Preto, no interior paulista, tem a missão de divulgar e preservar a memória ferroviária do Brasil, por meio da prática do ferreomodelismo. Há 50 anos neste mercado, a empresa tem a convicção de que importantes relações humanas, como a interação entre pai e filho, avô e neto e amigos, são fortalecidas em momentos descontraídos durante a prática deste hobby.

Com atuação nacional e internacional, a Frateschi possui representantes nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso do Sul, Bahia, Ceará e Pernambuco, além do Distrito Federal. No exterior, seus representantes estão na Argentina, Chile, Uruguai, Austrália, Nova Zelândia, Rússia, Suíça, África do Sul e Taiwan.

Mais informações podem ser obtidas no site www.frateschi.com.br.

*Paulo Viarti e Fabiana Freitas F2 Assessoria 


Cidade em miniatura construída em ônibus atrai a atenção de crianças em Frederico Westphalen Cidade em miniatura construída em ônibus atrai a atenção de crianças em Frederico Westphalen Reviewed by In Foco RS on quarta-feira, novembro 28, 2018 Rating: 5