BM suspende cerco a grupo que assaltou bancos em Arvorezinha

       
A Brigada Militar suspendeu em definitivo as buscas pelos criminosos que assaltaram as agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil de Arvorezinha, na última quinta-feira. Segundo o coronel Gleider Cavalli Oliveira, comandante regional da Polícia Ostensiva do Vale do Taquari, o cerco ao município e em Ilópolis se manteve até o início da semana.

Os 70 policiais militares enviados pela Secretaria de Segurança Pública para reforçar as buscas também deixaram a região. Os agentes locais seguem prestando apoio às investigações.

A Polícia Civil do Vale do Taquari, juntamente com o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), colabora com a Polícia Federal, que comanda o inquérito em função de o assalto ter envolvido a Caixa Econômica Federal.

Até o momento, a Polícia prendeu um criminoso identificado como Maicon Jeferson Fogaça, de 30 anos, no mesmo dia, mas a Polícia ainda procura outros seis. Ele segue detido no Presídio de Guaporé.


Morte de refém


A Brigada Militar espera os laudos do Instituto Geral de Perícias (IGP) para determinar se os disparos que mataram Gelson Caproski, de 33 anos, partiram dos criminosos ou da Polícia. Caproski foi levado como refém durante a fuga do bando. Ele teve o corpo abandonado às margens de uma estrada em Linha Quarta, no interior do município, ao lado de um dos carros utilizados pelos assaltantes. A quadrilha queimou o veículo e seguiu em fuga.

Jéssica Moraes/Rádio Guaíba
BM suspende cerco a grupo que assaltou bancos em Arvorezinha BM suspende cerco a grupo que assaltou bancos em Arvorezinha Reviewed by In Foco RS on quinta-feira, dezembro 14, 2017 Rating: 5