Estado reafirma ao STF importância de aderir ao plano de auxílio aos estados

Governador e procurador-geral do Estado se reuniram com o ministro Marco Aurélio Mello - Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini
Governador e procurador-geral do Estado se reuniram com o ministro Marco Aurélio Mello - Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini
O governador José Ivo Sartori e o procurador-geral do Estado, Euzébio Ruschel, reafirmaram nesta quarta-feira (8), no Supremo Tribunal Federal (STF), a importância da adesão do Rio Grande do Sul ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) do governo federal para aliviar a crise financeira estadual. Em audiência com o ministro Marco Aurélio Mello, foi reiterada a necessidade da manutenção da liminar concedida por Mello na ACO 2755, que permitiu a suspensão do pagamento das parcelas da dívida com a União sem prejuízos ao Estado, do compromisso em atender às exigências do plano federal e do interesse de que o processo seja conciliatório.
Sartori e Ruschel relembraram que o RS não teve outra alternativa a não ser requerer a liminar mediante a situação de exaustão financeira, o risco constante de prejuízo na prestação de serviços públicos essenciais à população e diante da necessidade de aguardar a regulamentação do RRF (Lei Complementar 159/2017). Segundo eles, a adoção de inúmeras medidas para conter gastos e elevar receitas não foi suficiente para sanar a crise nas contas públicas estaduais.
A decisão de Marco Aurélio, no entanto, foi contestada pela Advocacia-Geral da União (AGU) e, no final de outubro, o ministro determinou que o Estado se manifestasse sobre o pedido de reconsideração da liminar, o que foi feito nesta quarta-feira. Na deliberação, à época, ele escreveu que o "Poder Judiciário não poderia assistir impassivo à falência de um Estado da Federação".
Câmara de conciliação
A PGE-RS e a AGU formalizaram nesta quarta a implantação da Câmara de Conciliação e Arbitragem que vai intermediar a adesão dos gaúchos ao plano de auxílio os estados. O instrumento permite que eventuais questões jurídicas entre o Estado e a União sejam discutidas em uma mesa de negociação, evitando o ingresso de ações na Justiça.

Ascom PGE-RS
Estado reafirma ao STF importância de aderir ao plano de auxílio aos estados Estado reafirma ao STF importância de aderir ao plano de auxílio aos estados Reviewed by In Foco RS on quinta-feira, novembro 09, 2017 Rating: 5