Mudança de base de cálculo de ICMS pode fazer com que combustíveis subam ainda mais no RS


Os preços dos combustíveis, que subiram em função das altas do PIS e da Cofins, anunciadas pelo governo federal em 14 de julho, podem aumentar ainda mais, a partir da quarta-feira que vem, no Rio Grande do Sul. Isso porque, nessa data, entra em vigor uma nova tabela de referência para o cálculo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que é um tributo estadual que também incide sobre o diesel e a gasolina. A medida, autorizada pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) ocorre, justamente, porque o valor médio dos combustíveis aumentou devido à alta dos impostos federais, no mês passado.

No litro da gasolina, o valor de referência passa de R$ 3,745 para R$ 3,9786. No diesel S 10, sobe de R$ 3,0581 para R$ 3,14884 e, no diesel S 500, de R$ 2,9200 para R$ 3,0209. O Sindicato Intermunicipal do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes no Rio Grande do Sul (Sulpetro-RS) esclarece que a concorrência de preços no varejo é livre, ficando a critério de cada posto administrar os custos e repassar ou não o aumento de ICMS, integralmente, ao consumidor final.

A alta do PIS e da Cofins aumentou o litro da gasolina em até R$ 0,40 no Rio Grande do Sul. Na Capital, o Procon passou a divulgar balanços de preço duas vezes por semana a fim de estimular a concorrência e reduzir a variação entre o preço mais alto e o mais baixo. A pesquisa mais recente mostrou que o litro da gasolina ainda varia R$ 0,23 em postos de Porto Alegre, entre R$ 3,839 e R$ 4.069.

Rádio Guaíba
Mudança de base de cálculo de ICMS pode fazer com que combustíveis subam ainda mais no RS Mudança de base de cálculo de ICMS pode fazer com que combustíveis subam ainda mais no RS Reviewed by In Foco RS on sexta-feira, agosto 11, 2017 Rating: 5