Integração entre países fortalece rotas turísticas das missões jesuíticas

Foto: Karine Viana/Palácio Piratini
Foto: Karine Viana/Palácio Piratini
A primeira reunião do Conselho Executivo da Ruta Internacional Jesuítica da América do Sul foi realizada nesta segunda-feira (7), no Tenondé Park Hotel, em São Miguel das Missões, e contou com a participação do governador José Ivo Sartori, do ministro do Turismo, Marx Beltrão, e de representantes do Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Bolívia.

O conselho tem por objetivo integrar os 30 povos que congregam as missões jesuíticas - 7 no Brasil, 15 na Argentina e 8 no Paraguai -, para a formação e unificação do projeto 'Circuito Internacional das Missões Jesuíticas e o Caminho das Missões', que pretende resgatar a história e refazer os caminhos percorridos pelos índios e os jesuítas. As missões são reconhecidas como Patrimônio da Humanidade, pela Unesco.

O Brasil, representado pelo Rio Grande do Sul, aderiu ao Acordo de Interesse no dia 13 de julho deste ano, quando o governador Sartori recebeu, no Palácio Piratini, a visita do governador de Itapúa, no Paraguai, Luis Gneiting Dichtiar.

Sartori disse acreditar nessa integração entre os países. "Somos parceiros deste projeto e hoje estamos aqui porque podemos dizer que dentro das possibilidades, nosso governo está trabalhando ativamente no apoio, na qualificação e na promoção da região das Missões. O Mercosul não é apenas uma ferramenta de comércio. É cultura, é arte, é história, é turismo. E essa mobilização dos povos missioneiros é um grande exemplo disso", afirmou.

O governador destacou algumas melhorias que o governo do Estado fez na região, como obras em rodovias, a retomada do voo Porto Alegre/Santo Ângelo e a divulgação das rotas jesuíticas. Sartori também mencionou a 3ª Semana da Cultura do Rio Grande do Sul no Uruguai, que acontece de 22 a 28 de outubro, em Montevidéu.

"Vamos continuar trabalhando conjuntamente para consolidar este projeto e para que as próximas gerações também possam valorizar a história da nação missioneira. O Rio Grande do Sul vive um momento de travessia. Mesmo diante das dificuldades e profundas mudanças estruturais que estamos realizando, nossas raízes e história nos motivam rumo ao futuro que queremos", acrescentou o governador.


Recursos

No encontro, foi assinada a carta de adesão ao Programa Global de Crédito para a Integração Regional dos Países da Bacia do Prata no valor de 100 milhões de dólares, com financiamento do BID. Segundo o ministro do Turismo, esse valor deve ser dividido entre os países para que projetos de infraestrutura e integração das rotas sejam executados.

"Não adianta investir em infraestrutura e não promover os nossos destinos turísticos. Será lançada uma campanha nacional e o Sul será contemplado. Precisamos mostrar nosso roteiro religioso, sua importância para o Brasil, América do Sul e mundo", afirmou o ministro Beltrão.


Reunião do Conselho

Os esforços de cada país para a implementação do projeto, o progresso nas atividades e a criação de uma agenda de encontros foram alguns dos temas da reunião do Conselho Executivo.

O prefeito de Entre-Ijuís e presidente da Associação dos Municípios das Missões (AMM), Brasil Sartori, afirmou que o encontro é muito importante para os cinco países, e que agora o projeto está oficialmente implantado. "Isso demonstra a integração dos povos. Nós, no Brasil, ainda temos muitas coisas a serem feitas pro desenvolvimento da nossa região, mas estamos trabalhando e cobrando questões de infraestrutura, divulgação e sinalização da nossa rota", destacou.

O governador de Itapúa, no Paraguai, Luis Gneiting, lembrou que a consolidação das rotas jesuíticas é um trabalho de muito anos e é uma luta única dos cinco países. "O setor público e a iniciativa privada precisam trabalhar conjuntamente para a inserção e integração da cultura, história e religião dos nossos povos", afirmou.

A próxima reunião do Conselho Executivo deve acontecer entre outubro e novembro, na Bolívia.

Também participaram do encontro, o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra; o secretário da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Victor Hugo; a secretária de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, Maria Helena Sartori; os deputados estaduais Eduardo Loureiro e Juvir Costela; os deputados federais Darcísio Perondi e Luiz Carlos Heinze; o prefeito de São Miguel das Missões, Hilário Casarin; o vice-intendente de La Cruz, departamento de Corrientes, Luiz Calomarde; o ministro do Turismo de Missiones, José Maria Arua; o prefeito de San José, na Bolívia, Germain Cavalleiro; o cacique da aldeia Tecoá Coejú, Aniceto Gonçalves; o secretário de Turismo de Florida, Uruguai, José Gervásio Martinez; prefeitos e vereadores da região, além de autoridades e representantes dos cinco países.

Cassiane Osório, de São Miguel das Missões
Integração entre países fortalece rotas turísticas das missões jesuíticas Integração entre países fortalece rotas turísticas das missões jesuíticas Reviewed by In Foco RS on terça-feira, agosto 08, 2017 Rating: 5