Governo do RS e GM anunciam investimento de R$ 1,4 bi

O aporte de R$ 1,4 bilhão fortalece a presença da GM no RS, atrai novos fornecedores e cria postos de trabalho - Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini

O governo do Estado do Rio Grande do Sul e a General Motors Mercosul anunciaram, na manhã desta quinta-feira (3), o investimento de R$ 1,4 bilhão para modernizar a linha de produção do Complexo Industrial Automotivo de Gravataí, inaugurado em 20 de julho de 2000. A medida é parte do plano da empresa de investir R$ 13 bilhões no Brasil, entre 2014 e 2019. O aporte financeiro fortalece a presença da GM no Rio Grande do Sul, que está atraindo cinco novos fornecedores para o estado, que vão criar novos postos de trabalho.

O investimento foi anunciado pelo presidente da General Motors Mercosul, Carlos Zarlenga, na presença do governador José Ivo Sartori e do vice-presidente da GM Mercosul, Marcos Munhoz, na sede da montadora, em Gravataí.

“Esse novo investimento é mais uma prova de que, quando o Poder Público compreende a necessidade de ampliar e de articular políticas de estímulo aos setores importantes para a economia, todos saem ganhando. Estamos diante de um exemplo inquestionável de que acreditar e investir no Rio Grande vale a pena”, comemorou Sartori.

O governador lembrou que todos conhecem a grave situação financeira do Estado. “Por isso, não podemos atrapalhar quem quer investir aqui. Nosso papel é criar as condições para o desenvolvimento, valorizando o potencial econômico e estratégico do Rio Grande do Sul na busca pela retomada, manutenção e atração de investimentos”, acrescentou.

O presidente da General Motors Mercosul, Carlos Zarlenga, afirmou que o novo investimento vai preparar a GM Mercosul para se tornar uma plataforma de exportação global. “A GM acredita no potencial de crescimento do mercado no Brasil e está realizando o maior plano de investimentos da história da indústria no país”, disse.


Referência global

O aporte nas operações no Rio Grande do Sul vai ampliar a linha de produtos da marca Chevrolet, com foco em conectividade total, segurança e eficiência energética. A nova família de veículo deve chegar ao mercado em 2020. “A fábrica de Gravataí será uma referência global em manufatura e qualidade 4.0”, afirmou Zarlenga. Atualmente, a unidade tem capacidade instalada de 350 mil veículos por ano e produz dois modelos: o Ônix e o Prisma.

“A confirmação do investimento da GM é a garantia da manutenção de empregos e renda, além de atrair novos fornecedores para o Rio Grande do Sul”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Márcio Biolchi.

O prefeito de Gravataí, Marco Alba, comemorou a decisão da GM. “A montadora é um exemplo de que é possível sair da crise gerando emprego e renda, fazendo o dinheiro circular e movimentando a economia”, afirmou Alba. De acordo com o prefeito, a GM gera 50% do ICMS do município, o que corresponde a R$ 100 milhões em valores de 2017.

Foram quase dois anos de negociações entre a montadora e o governo do Estado, para garantir que o investimento ficasse no Rio Grande do Sul. A modernização da planta tem efeito na cadeia de suprimentos automotivos e exportações.
Em 2017, as operações na Argentina e no Brasil foram integradas na GM Mercosul. Em 2016, a Chevrolet vendeu, nos dois mercados, 445.616 mil veículos, dos quais 345.916 mil foram no Brasil e 99.700 mil, na Argentina. A GM Mercosul gera 18,3 mil empregos.


Mais inovação para o setor

Durante o evento, Sartori apresentou o Programa de Inovação em Mobilidade Urbana, Logística e Transporte (MULT), para fomentar inovações tecnológicas nesse setor. O programa prevê parcerias entre universidades, governo e empresas. “Estamos fazendo a nossa parte e promovendo profundas mudanças estruturais no Estado. O MULT é mais um exemplo dos nossos esforços para potencializar a inovação no segmento automobilístico”, disse Sartori.

O MULT promoveu, recentemente, uma mudança no Fundopem/RS para beneficiar empresas do setor automotivo e de implementos rodoviários. De acordo com o novo programa, a GM poderá incluir os investimentos em fornecedores que estejam localizados e produzindo no Rio Grande do Sul. “Com a atualização da legislação, saímos na frente e reposicionamos o estado no setor automotivo", afirmou Biolchi.

O Rio Grande do Sul é responsável por 60% da produção nacional de carrocerias e 12% de chassis, ambos para ônibus. Tem 50% de participação no mercado nacional de implementos rodoviários e 50% no de tratores de rodas e de esteiras.

Mirella Poyastro/Secom
Governo do RS e GM anunciam investimento de R$ 1,4 bi Governo do RS e GM anunciam investimento de R$ 1,4 bi Reviewed by In Foco RS on sexta-feira, agosto 04, 2017 Rating: 5