Governador visita a empresa STIHL, presente há 44 anos no RS

Em visita à STIHL, em São Leopoldo, Sartori afirmou que o poder público não pode atrapalhar quem gera desenvolvimento no RS - Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini
Reconhecida por sua liderança tecnológica, inovação e qualidade, a STIHL destaca-se nos cenários nacional e internacional com produtos destinados aos mercados florestal, agropecuário, jardinagem profissional, limpeza e conservação, construção civil e doméstico. Atendendo a convite da empresa, o governador José Ivo Sartori visitou, na manhã desta quinta-feira (17), a planta produtiva da STIHL no Brasil, localizada em São Leopoldo, no Vale do Rio dos Sinos, e recebeu convite para visitar a sede da empresa na Alemanha em setembro. Sartori está na cidade para ministrar palestra na Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia.
Fundada em 1926, na Alemanha, desde 1971 a STIHL é considerada líder mundial na fabricação de motosserras. É uma empresa com atuação em mais de 160 países, por meio de canais de distribuição formados por cerca de 40 mil pontos de vendas.
No Rio Grande do Sul, a fábrica completa 44 anos de atividade no ano que vem. Com uma área de 272 metros quadrados, a empresa tem duas unidades de fabricação: de motores e de cilindros. No Brasil, o portifólio de vendas conta com a oferta de 84 produtos.

"O poder público não pode atrapalhar os empreendedores e quem gera desenvolvimento no Rio Grande do Sul", ressaltou Sartori. O governador também destacou as mudanças aprovadas no Fundopem e o programa Mult, que permitiu o anúncio de investimento da GM em Gravataí.
Para atender ao mercado global, a STIHL conta com sete unidades produtivas no mundo: Alemanha, Brasil, Estados Unidos, Áustria, Suíça, China e Filipinas. São mais de 14 mil empregados, sendo, aproximadamente, 2,2 mil colaboradores na unidade do Brasil, em São Leopoldo.
Segundo o presidente da STIHL Brasil, Cláudio Guenther, o faturamento anual da empresa no mundo é de 2,9 bilhões de euros e, no Brasil, chega a aproximadamente R$ 1 bilhão. "Nossa representatividade aqui no Rio Grande do Sul é muito grande. É de São Leopoldo que exportamos tecnologia para o mundo todo", afirmou.
Além do comprometimento da STIHL com progresso tecnológico, pesquisa, sustentabilidade e modernização, a empresa investe na qualificação e na capacitação dos seus colaboradores. De acordo com Guenther, são seis centros de qualificação espalhados pelo Brasil, onde foram investidos mais de R$ 2.850 milhões, em 2016. "O que nos diferencia é a capacitação de quem vende nossos produtos. Treinamos, no ano passado, 2,6 mil pessoas. Este ano, a meta é chegar a 3 mil", ressaltou.

Durante a visita, também foi mencionado o Encontro Econômico Brasil-Alemanha, que acontece anualmente de forma alternada entre os países, e que, este ano, ocorre em Porto Alegre, de 12 a 14 de novembro, no Centro de Eventos da Fiergs. Sartori disse que "acredita no intercâmbio entre o Rio Grande do Sul e a Alemanha". O evento reúne empresários brasileiros e alemães interessados em estreitar relações, parcerias e tecnologias e efetivar negócios.
Estiveram presentes os secretários da Casa Civil, Fábio Branco, e da Fazenda, Giovani Feltes; e os diretores da STIHL, Fernando Ribas, Ranieri Karkow, Romário Britto, Arno Tomasini, e Cleomar Prunzel.

Cassiane Osório, de São Leopoldo
Governador visita a empresa STIHL, presente há 44 anos no RS Governador visita a empresa STIHL, presente há 44 anos no RS Reviewed by In Foco RS on sexta-feira, agosto 18, 2017 Rating: 5